Image Image Image 01 Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to Top

To Top

Blog

Livro-Objeto: Conceito

Desde a descoberta moderna de impressão introduzida por Johannes Gutenberg por volta do século xv, o livro vem cada vez se inovando pelas suas formas e impressão, delineando um contexto conceitual em seus formatos e ilustrações. Entende-se por livro um volume transportável, composto por páginas encadernadas, contendo texto manuscrito ou impresso e/ou imagens e que forma uma publicação unitária (ou foi concebido como tal) ou a parte principal de um trabalho literário, científico ou outro.


Entender o conceito e funcionalidade de um determinado livro-objeto é preciso separar essas duas palavras (livro e objeto) e junta-las dentro de um mesmo significado e sentido.

Entende-se por objeto tudo que se relaciona a determinada coisa sendo a qualidade ou a realidade percebida, a imagem da fantasia, o significado expresso ou o conceito pensado.

O livro objeto é uma forma de extrair a linearidade dos livros apresentando uma forma mais próxima do leitor com o livro, exigindo o máximo de sua percepção buscando uma interatividade maior com as pessoas.
A questão mais levantada dentro desse assunto seria de o livro-objeto somente se relacionar as áreas das artes plásticas, e pouco relacionado as áreas gráficas devido a narrativa literária ser substituída por uma narrativa plástica. Mas acredito que dentro desses estudos sobre o livro-objeto e o atual interesse pelo estudo em diversas áreas das artes e do Design, o livro-objeto futuramente possa se tornar um produto funcional e comercializado, saindo apenas de um objeto de experimentação artística e se tornar um projeto de metodologia, produção e vendas dentro das editoras. Ainda mais nos dias atuais em que vivemos, onde os livros estão sendo substituídos por e-books.

Acredito que devido a esses fatores o livro-objeto tenha aumentando o seu valor, pois pra se compreender é preciso uma percepção que nem mesmo a tecnologia consegue apresentar as pessoas no momento, pois um livro-objeto traz vida a literatura e retira a linearidade de começo, meio e fim, obtendo diversas interpretações e levando o leitor a um mundo de imaginação.

Enviar Comentários